TV CONSUMIDOR Bah! TV ONLINE TOP Consumidor NOTÍCIAS RECOMENDAMOS QUEM SOMOS CONTATO  
Transformação, inovação e legado são destaques da 18ª edição do CEO Fórum
   
     
 


02/12/2019

Transformação, inovação e legado são destaques da 18ª edição do CEO Fórum
Promovido pela Amcham, encontro de CEO’s debateu cases de sucesso

Inovação é um dos temas centrais do ano de 2019. E em conjunto com a gestão de pessoas, torna-se um elemento chave do sucesso das organizações transformadoras. Organizações essas que fizeram da 18ª edição do CEO Fórum, promovido pela AMCHAM Porto Alegre na tarde desta quinta-feira, dia 28, no Teatro do Bourbon Country, um encontro cheio de trocas de ideias e de conteúdos relevantes.

O superintendente regional da AMCHAM, Marcelo Rodrigues, ressaltou o tema do evento falando da força do legado para as empresas, ao mesmo tempo em que o novo aparece com força nas organizações. “Ainda não temos as respostas sobre todas dúvidas que aparecem na nossa frente, mas temos uma certeza, o futuro é das organizações que tiverem pessoas como a chave do protagonismo” comentou na abertura do evento.

A transformação através da Inovação

Inspirando os mais de 800 participantes, Ana Paula Assis, CEO da IBM para a América Latina, discursou sobre o século de reinvenções. Uma das poucas mulheres com cargo de CEO entre as grandes empresas, Ana Paula levou ao Fórum um olhar sobre reinvenções e transformações. “A transformação digital é um processo que está em curso com a capacidade de mudar a cultura da empresa, e uma dessas mudanças é fazer do cliente, a base do sucesso”, argumentou. E ainda acrescentou. “Dados mostram que a minoria dos executivos, cerca de 41%, consideram ter pessoas habilitadas para gerir seus negócios”.

Após gerações de controle familiar, Gustavo Werneck, CEO da Gerdau, é o primeiro executivo à frente da empresa de mais de 100 anos a não ter o sobrenome Gerdau Johannpeter. Com o tema de sua apresentação sobre a cultura como alicerce da transformação, Gustavo Werneck provocou a plateia. Salientando que a Gerdau está em processo de transformação, o CEO questionou. “Será que os nossos clientes se sentem representados com as pessoas que temos dentro da organização”? É preciso mais inclusão da diversidade na sociedade brasileira. Com o slogan “A Gerdau que estamos criando” no telão, Werneck afirmou. “Temos como propósito fazer todas as pessoas que trabalham conosco se sentirem importantes. São elas que nos trouxeram até aqui e elas que nos levarão pelos próximos 100 anos.” 

Inovação e Legado

Inovação e legado: do físico ao digital foi o nome do painel que teve Andreas Blazoudakis, CEO do Delivery Center, Leandro Caldeira, CEO da Gympass, e novamente, Gustavo Werneck, CEO da Gerdau. No formato de uma conversa, os três executivos debateram ideias e cases de suas empresas. Caldeira, CEO da Gympass, plataforma que dá acesso a academias em 14 países, falou sobre elementos, que segundo ele, são típicos de startups e funcionam bem. “Modelo ágil de se trabalhar, aprendendo, se reinventando, recebendo o feedback do que está acontecendo e melhorando para o amanhã o seu serviço”, disse.

Para o CEO da Delivery Center, Andreas Blazoudakis, a disrupção é o que faz a diferença para ganhos maiores. Citou que apesar de a Gerdau ser uma empresa historicamente off, trabalha com aço e siderúrgica, hoje investe forte na área da digitalização. Já a Gympass, atuando fortemente no on, investe no legado que quer deixar para a sociedade.

Gustavo Werneck, novamente no palco do CEO Fórum, falou de legado. “Nós saímos de quatro países por entender que não tínhamos mais futuro ali.” E afirmou que a empresa agora enxerga as coisas de modo diferente. “Menos geografia e mais profundidade onde temos operação”.

O significado do novo na relação com o trabalho

Para falar de trabalho e o seu significado, fechando o encontro, o Fórum recebeu Alexandre Pellaes, pesquisador e fundador da Exboss, empresa que leva conceitos, ideias e provocações sobre novas formas de relacionamento com o trabalho. Dinâmico, Alexandre Pellaes pesquisa a relação que as pessoas tem com o trabalho. “Crie propósito ao invés de buscar propósito”, sugere. Pesquisador, Pellaes mostrou dados sobre a transformação na área de trabalho e emprego. “Cerca de 65% das crianças que entram hoje nas escolas, vão trabalhar em empregos que ainda não existem”. Na mesma linha, informou que os 10 empregos mais procurados atualmente não existiam há 10 anos. “Precisamos falar mais sobre trabalho, que pra mim é a sua relação com o mundo lá fora, por meio de ações complexas e produtivas, e menos sobre emprego, que passa a falsa sensação de produtividade com a relação com um empregador, líder hierárquico, linear e previsível”, afirmou. 

Fonte: Assessoria de Imprensa
Autor: Rodrigo Bussolin | BValle
Revisão e edição: de responsabilidade da fonte
Autor da foto: Gustavo Werneck, CEO da Gerdau


Imprimir Enviar link

   
     
 
Comentários
 0 comentários


   
       
     



     
   
     
   
     
 










































 
     
   
     
 
 
 
     
 
 
     
     
 
 
       
Rua Dr. Flores n. 263, conjunto 1101
CEP: 90020-122 - Porto Alegre/RS
+55 (51) 3321.3535 / 9997.3535
appel@consumidorrs.com.br